Loading...

terça-feira, 8 de março de 2011

Molhos - coringas da cozinha

Muitos reis deixaram a etiqueta de lado e fizeram historia recusando-se a usar as tallheres durante as refeições na côrte.Tudo em nome do prazer de saborear seus pratos prediletos com as mãos  e lamber os dedos ate a ultima gota de molho,Esta atitude indicava o estado de suprema satisfação diante da boa comidae acabou gerando a expressão - é de lamber os dedos- que nos dia de hoje muita gente utiliza para elogiar uma comida bem feita. Os tempos mudaram,as côrtes desapareceram,e as boas maneiras são exigência do mundo moderno.Mas, a exemplo dos reis e lamentando o uso obrigatório do garfo e da faca,muita gente nao dispença um bom molho em seus cardápios diários.
 As preparações liquidas estão entre as grandes preciosidades de uma cozinha. Funcionam como uma especie de suporte para as receitas podendo gerar variantes diversas. Um bom molho é como o curinga que o cozinheiro sempre tem na manga para ajuda-lo a criar diferenciais em um determinado prato.
 Os molhos são utilizados para dar consistência ,sabor e tempero aos alimentos. São empregados principalmente em carnes,aves,pescados e legumes secos ou quando se pretende modificar o sabor próprio de um alimento.
 Conforme a temperatura em que são servidos,podem se classificar em :



 - frios
 -quentes

 E segundo sua composição e utilidade,aindas podem ser definidos como molhos :

 -de base escura
 -de base clara
 -de base ferruginosa clara
 -finos
 -liquidis e vinagretes
 -especiais
 -manteigas compostas
-gelatrinosos

 Um molho perfeito e refinado costuma ser um elemento de destaque dentro de um cardápio. E para chegar à composição e texturas ideais,cozinheiros especializados costumam aplicar tempo e paciência em pesquisa de sabores. A preparação de um molho,na opinião dos mais gabaritados chefes de cozinha,constitui uma verdadeira arte.




Nenhum comentário:

Postar um comentário